Mhnet Telecom cresce 92% e atinge 300 mil clientes em 2021

23 fev, 2022

Imagem da notícia

Com atuação no RS, SC, PR, MS e SP, a empresa de telecomunicações adquiriu nove provedores em 2021 e planeja expansão orgânica para novos municípios brasileiros em 2022.


Uma dentre as 10 empresas de telecomunicações brasileiras com maior número de  acessos de internet banda larga na categoria Prestadora  de Pequeno Porte (PPP), a Mhnet Telecom cresceu 92,31%  em 2021, de acordo com dados comparativos do Ranking da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O valor corresponde ao  crescimento no número  de acessos à banda larga fixa da telecom em 12 meses, com referência de 156.431 mil em dezembro de 2020. Para atingir 300 mil clientes, indicados como acessos no painel da Anatel, a Mhnet  colocou em prática uma estratégia de expansão que incluiu aquisições de outros provedores de acesso a Internet e ampliação orgânica para novas cidades. Com isso, a empresa está presente em mais de 160 municípios de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo. 


A Mhnet Telecom mantém essa estratégia de expansão desde 2019. De lá para cá, incorporou 15 provedores de internet, sendo que, 60% das empresas adquiridas corresponderam a negociações efetuadas ao longo de 2021. Para Patrick Canton, CEO da Mhnet Telecom, as aquisições assumiram um  pilar fundamental na estratégia de crescimento, porém outra ação igualmente importante foram as expansões orgânicas. A expansão orgânica ocorre tanto pela instalação de infra-estrutura de fibra óptica FTTH em novas cidades, quanto pelo crescimento na participação de mercado nas cidades com operações já existentes.


“Enquanto as aquisições de provedores são negociações mais ágeis e podem resultar no crescimento da empresa em poucos meses, a ampliação orgânica segue outra lógica processual e é mais demorada. Um exemplo prático foi a inauguração da operação em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, que levou nove meses para ser concluída. Esse tempo envolve diversos processos, como preparação da infraestrutura, contratação de novos profissionais e abertura das lojas de atendimento”, explica Canton. Atualmente, a empresa possui mais de 70 lojas físicas e o CEO ressalta que a empresa manterá um crescimento forte e acelerado em 2022, com calendário de expansões orgânicas já no primeiro trimestre do ano. 


Para manter esse crescimento durante o ano passado, a Mnhnet Telecom teve um aumento de 84% no número de funcionários entre dezembro de 2020 e de 2021. São, no total, 950 colaboradores diretos com contratação no modelo CLT, além de mais 550 indiretos. Essas contratações são impulsionadas tanto pela expansão orgânica, como pela incorporação dos PPPs, com aproveitamento quase completo do time da empresa adquirida. 


Ampla infraestrutura leva conectividade ao interior


Além de todos esses profissionais, a capilaridade de cabeamento em rede fibra óptica da empresa também é responsável por garantir que a Mhnet Telecom cumpra com sua missão de levar comunicação e conectividade aos municípios do interior do país. Segundo Canton, todas as expansões, sejam orgânicas ou via aquisições, dependem da infraestrutura para serem concluídas com sucesso. “Temos mais de 25 mil km de cabeamento de fibra óptica, distribuídos em uma malha em todos os estados da região Sul, assim como em Mato Grosso do Sul e São Paulo”, acrescenta o CEO. 


Em adição a capilaridade do cabeamento, a Mhnet utiliza uma tecnologia de Multiplexação Densa por Comprimento de Onda, ou DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing)  em 3 mil km das rotas principais de sua infraestrutura de rede. As rotas com DWDM constituem a espinha dorsal do sistema de transmissão da empresa, responsável por levar maior capacidade de comunicação a todas as cidades.  Em uma analogia prática, Canton explica que uma rede básica é como se fosse uma estrada normal, sem pavimentação, enquanto uma rede com DWDM seria uma rodovia com quatro vias expressas. “Ou seja, DWDM amplifica em muitas vezes a capacidade de transmissão de dados de uma rede, garantindo estabilidade na velocidade e qualidade mesmo em regiões com maior consumo de dados ou densidade populacional”, complementa Canton. 


Desde 2012 a empresa investe em instalações DWDM. As  mais recentes, em 2021, foram direcionadas à ampliação das conexões e instalação de novas rotas e conexão com Data Centers, CDNs (Content Delivery Network ou redes de distribuição de conteúdo) e PTTs (pontos de troca de tráfego). Além disso, está em execução uma rota de São Paulo a Mato Grosso do Sul,  com uma adição de mil km de rede, sendo 90% subterrânea. "Todas as grandes operadoras do mercado utilizam essa tecnologia e, apesar de nascermos como uma empresa regional, temos grandes objetivos para o futuro e estamos construindo gradativamente nossa competitividade no segmento'', diz. 


De empresa regional a planejamento de IPO


Fundada em Maravilha, interior de Santa Catarina, em 2002, a Mhnet Telecom completa 20 anos de atuação no segmento de telecomunicações. Desde o início, a principal missão da empresa é levar conectividade para cidades afastadas dos grandes centros. Na virada do milênio, as tecnologias disponíveis eram de internet discada, via rádio e seguindo para internet fibra óptica em 2011. A Mhnet acompanhou os avanços tecnológicos junto ao mercado e se consolidou no segmento. Atualmente, é a terceira maior prestadora de pequeno porte em número de  acessos banda larga na região Sul, segundo a Anatel. 


Todos esses índices de crescimento e evolução da empresa despontam na preparação para lançamento de Oferta Pública Inicial (IPO) na bolsa de valores. “Em 2021, vimos uma corrida de provedores à bolsa e esse é o caminho natural para a Mhnet também. Sabemos o caminho que temos que percorrer para lançar um IPO e estamos nos planejando para consolidar esse novo movimento comercial nos próximos anos”, complementa o CEO. 


Para isso,  a empresa pretende ampliar a expansão orgânica durante 2022, com um cronograma de inaugurações ao longo do ano. De acordo com Patrick Canton, no primeiro trimestre haverá o lançamento de operações na cidade de Sorocaba (SP) e São Mateus do Sul (PR). “Além dessas duas expansões orgânicas, estamos trabalhando na expansão das operações  no litoral de Santa Catarina, nas regiões de  Itajaí, Navegantes, São José e Criciúma. Estamos 100% focados e preparados para realizar essas novas ampliações.  Ainda, manteremos um ritmo de ampliação forte e acelerado nas operações realizadas em 2021, na Região de Ponta Grossa (PR) e Caxias do Sul (RS)”, conclui.


Institucional

Desenvolvido por TWOWEB Agência Digital